Rádio Muzangala

POVO OVIMBUNDU

 POVO OVIMBUNDU

ovimbundu

Os Ovimbundu são uma etnia bantu de Angola. Eles constituem 37% da população do país. Os seus subgrupos mais importantes são os Mbalundu (“Bailundos”), os Wambo (Huambo), os Bieno, os Sele, os Ndulu, os Sambo e os Kakonda (Caconda).

Os Ovimbundu ocupam hoje o planalto central de Angola e a faixa costeira adjacente, a uma região que compreende as províncias do Huambo, Bié e Benguela.São um povo que, até à fixação dos portugueses em Benguela, vivia da agricultura de subsistência, da caça e de alguma criação de gado bovino e de pequenos animais. Durante algum tempo, uma vertente importante teve o comércio das caravanas entre o Leste da Angola de hoje e os portugueses de Benguela.

Este comércio entrou em colapso quando, no início do século XX, o sistema colonial português lhes exigia o pagamento de impostos, os Ovimbundos viraram-se sistematicamente para a agricultura de produtos comercializáveis, principalmente o milho.No decorrer do século XX, e em especial no período da “ocupação efectiva” de Angola, implementada a partir de meados dos anos 1920, a maioria dos Ovimbundu tornou-se cristã, aderindo quer à Igreja Católica, quer a igrejas protestantes, principalmente à Igreja Evangélica Congregacional de Angola (IECA), promovida por missionários norte-americanos.

Esta cristianização teve, entre outras, duas consequências incisivas. Uma, a constituição, em todo o Planalto Central, de aldeias católicas, protestantes e não-cristãs separadas. A outra, um grau relativamente alto de alfabetização e escolarização, e por conseguinte também do conhecimento do português.

Em simultâneo houve dois processos de certo modo interligados. Por um lado, formou-se lentamente uma identidade social (um sentido de pertença) abrangendo todos os Ovimbundu, e não apenas subgrupos como p.ex. os M’Balundu ou os M’Bieno. Por outro lado, verificou-se uma “umbundização” cultural, inclusive linguística, de alguns povos vizinhos que tinham tido (e em certa medida mantiveram) características algo distintas dos Ovimbundu. Os Ovimbundu foram muito afectados tanto pela guerra anti-colonial em Angola como pela guerra civil angolana.

O povo ovimbundu aprecia muito a música acompanhada de dança diversificada de acordo ás circunstâncias dos rituais, pois através da música e da dança ele manifesta os seus sentimentos afectivos que podem ser de alegria ou tristeza.O dançarino é uma figura pública dominadora da arte da dança e por isso tem um lugar de referência na sociedade. Pode ser homem ou mulher.Ele/ela dançam em público em festas tradicionais como a entronização, de iniciação a puberdade, na morte de um Rei entre outras.

A dança dos mais velhos – Olundongo Executa-se durante o dia. Os executantes vestem-se de panos amarrados com cintos e usam o batuqueEsta dança usa-se tradicionalmente na entronização, em obitos, despedidas de lutos das dançarinas, dos caçadores, circuncisores e soberanos.Onyaca Onyaca – Modalidade da dança tradicional, executada pelas mulheres.Geralmente usa-se na despedida de luto de quem em vida também usava tal dançaOkatita  Okatita – Dança tradicional usada pelos ambos os sexos, em momentos de diversão.

Rádio Muzangala

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE